Planeje Sua Viagem - Aluguel de Carros Planeje Sua Viagem - Reserva de Hotéis Planeje Sua Viagem - Compra de Ingressos Planeje Sua Viagem - Seguro Viagem

Nesse post temos muitas dicas de viagem para quem vai aos Estados Unidos, e também para quem já veio para cá e está vindo novamente.

Todas as dicas de viagem são baseadas em nossas experiências, e esperamos que ajudem você a aproveitar melhor a sua viagem aos Estados Unidos!

As dicas de viagem estão organizadas por assunto:

  • hotéis
  • aluguel de carros
  • aviões, aeroportos, e vôos

Se você tiver alguma dica para compartilhar com nossos leitores, deixe um comentário lá embaixo!

Dicas de Viagem – Hotéis

Dica 1 – Como encontrar os melhores hotéis para se hospedar?

Hoje em dia, a maneira mais prática de ver fotos e comparar preços de hotéis é pesquisando na internet.

Nós somos afiliados do booking.com, e temos várias dicas de viagem para quem vai pesquisar hotéis lá, ou em outros sites:

Dica 2 – Escolha a moeda e linguagem

Sites como o booking.com, permitem que você escolha português do Brasil como linguagem, e Real como moeda, facilitando a sua pesquisa.

escolha linguagem e moeda

Dica 3 – Escolha hotéis com pontuação 8 ou maior

E preste atenção na quantidade de avaliações. Não adianta ter pontuação boa, mas ter poucas avaliações. Já, uma pontuação 8 para 1200 avaliações é mais confiável.

melhores avaliacoes

Dica 4 – Procure avaliações em português

Leia sobre a experiência de brasileiros nos hotéis que você escolher.

linguagem

avaliacoes em portugues

Dica 5 – Ordene as avaliações para ver as negativas

Dê uma lida nas avaliações negativas e veja se eram pessoas com problemas específicos, ou se elas descreveram problemas mais sérios no hotel.

Tem gente que reclama de tudo, e é fácil ver que a avaliação não tem nada a ver, porém algumas pessoas relatam problemas sérios que podem afetar a sua viagem, como barulho, sujeira, problemas na localização, etc.

Muita gente reclama sobre funcionários rudes, e essas avaliações por exemplo nós ignoramos, pois são experiências completamente pessoais e generalizações.

avaliacoes ruins

Dica 6 – Certifique-se de que o hotel tem avaliações recentes

Hotéis que valem a pena ficar vão ter avaliações muito recentes, do mesmo mês ou pouco antes.

Desconfie se o hotel tiver apenas avaliações de muitos meses ou anos atrás.

Dica 7 – Fique de olho nas grandes redes, que tem um controle de qualidade mais confiável

redes conhecidas

Dica 8 – Desconfie de hotéis muito baratos, mas ao mesmo tempo preste atenção em promoções que podem fazer você economizar muito

Por exemplo, hotéis meio desconhecidos e muito baratos, provavelmente podem ter problemas de qualidade, ou estar em áreas ruins.

Ao contrário, é possível, em certas datas fora de temporada, você encontrar hotéis bons de grandes redes, como Hilton e Hyatt, com preços muito bons.

Conseguimos preços ótimos em hotéis dessas duas redes, na época de Ação de Graças.

Dica 9 – Para saber o preço mais preciso, faça uma simulação como se fosse reservar o hotel, indo até a etapa quase final (antes de colocar os seus dados)

Isso porque aqui nos Estados Unidos são adicionados impostos e taxas, inclusive as chamadas “taxas de turismo” e “resort fee” que aumentam o preço final da diária, mas não são incluídas no preço inicial que é mostrado, elas só aparecem quando você está prestes a colocar os dados para completar a reserva.

preco final

Dica 10 – Fique atento para as condições de cancelamento

Algumas reservas podem ser canceladas gratuitamente, outras podem ser canceladas gratuitamente só ate 48 horas antes da data marcada, e outras não podem ser canceladas, dependendo do preço do pacote.

Certifique-se de que as condições de cancelamento da reserva são adequadas para você.

cancelamento

Dica 11 – Verifique amenidades como estacionamento e café da manhã gratuitos

Essa é uma das dicas de viagem que pode ajudar você economizar bastante. Muitos hotéis oferecem café da manhã e estacionamento gratuitos, o que ajuda muito a economizar na sua viagem.

Chegamos à pagar mais de 60 dólares por dia em San Francisco em estacionamento de hotel!

Dica 12 – Pesquise uma boa área para se hospedar – nem sempre as áreas mais famosas são as melhores

Em Los Angeles, por exemplo, áreas turísticas como Hollywood podem soar glamourosas, porém não são tão boas assim para se hospedar, à não ser que você faça questão de ficar perto da calçada da fama.

Venice Beach também é uma área conhecida, porém não tão boa de se hospedar.

Muitas vezes os preços nessas áreas são altos, apenas porque são áreas turísticas.

Áreas como a do aeroporto, e das praias podem oferecer uma experiência mais agradável, dependendo do tipo de hotel que atende às suas necessidades.

Perto do aeroporto geralmente tem hotéis para executivos, da rede Marriot, Double Tree, Holiday Inn Express, Hyatt House, e outros que oferecem ótimo custo benefício.

Se possível, evite motéis muito baratos (aqueles de dois andares com pátio para estacionar o carro na frente dos quartos).

Dicas de Viagem – Aluguel de Carros

Dica 13 – Alugando um carro nos EUA

Seguindo a mesma linha da pesquisa de hotéis, pesquisar carros para alugar nos Estados Unidos é muito fácil online.

Somos afiliados do rentalcars.com, e temos dicas de viagem que podem ser usadas nesse site ou em qualquer outro:

Dica 14 – Alugue um carro online (com antecedência) – geralmente sai mais barato do que alugar no balcão da empresa no aeroporto

aluguel de carros

Dica 15 – Ao chegar no balcão para pegar o carro, tenha à mão o email recebido com o preço fechado no site

Certifique-se no balcão de que é exatamente esse valor que será pago, principalmente se você já escolheu os detalhes do seguro do carro alugado quando reservou online.

No balcão, eles tentam empurrar um monte de tipos de seguros que encarecem bastante o seu aluguel.

Dicas de Viagem aos Estados Unidos

Já teve uma vez em que chegamos no balcão da empresa, mostramos o número da reserva, e o atendente falou algo do tipo “Tudo certo!” e pediu para passarmos o cartão.

Ao olhar melhor, vimos que o valor a ser cobrado ia ser maior do que tínhamos reservado online, e alguns tipos de seguro tinham sido adicionados.

Por isso, recomendamos perguntar no balcão exatamente se o valor a ser cobrado é o que você reservou na internet, antes de passar o cartão.

Dica 16 – Leve um celular com chip de dados para evitar ter que alugar o GPS junto com o carro

Pelo preço que eles cobram a diária do GPS, dependendo da quantidade de dias que você vai ficar com o carro alugado, sai mais barato comprar um GPS em uma loja de eletrônicos como a Best Buy, do que alugar um GPS junto com o carro.

Se escolher comprar, pode levar seu novo GPS em outras viagens.

Mas a opção mais barata é um chip internacional de dados que permite o uso de GPS do seu próprio celular, como o Waze.

Dica 17 – Fique atento ao tamanho do carro à ser alugado, para que seja o mesmo do que você reservou no site

Às vezes eles não tem disponível o carro do tamanho que você reservou, porte médio por exemplo, e nesses casos só aceite um carro de porte maior ou SUV se eles garantirem que isso não aumentará o preço a ser pago.

Dica 18 – Escolha o método de pagamento da gasolina

As opções são: ou você entrega o carro com tanque cheio e a empresa de aluguel não cobra nada, ou você entrega com o tanque do jeito que está, e eles cobram o preço deles para completar o tanque, que é mais caro do que em qualquer posto de gasolina.

Nós sempre escolhemos encher o tanque antes de entregar o carro.

Para dicas de como encher o tanque do carro alugado, como estacionar, e como dirigir no trânsito de Los Angeles, veja esse post.

Dica 19 – Considere o serviço de pagamento automático de pedágios

Um dos serviços oferecidos no balcão de aluguel de carros, e que pode valer a pena, é o pagamento automático de pedágios (principalmente para quem vai à Flórida).

Se você pretende dirigir em estradas, provavelmente é uma boa opção.

Algumas estradas até tem as guaritas para receber dinheiro, mas na hora é difícil saber em qual pista entrar para a guarita certa, e você pode acabar passando o pedágio sem pagar, e o carro alugado sendo multado.

O serviço geralmente custa uma taxa fixa de por dia, mais o preço dos pedágios por onde você passar.

Se tiver escolhido esse serviço, não se assuste se, um mês ou dois depois de você voltar de viagem, você receber pequenos débitos no seu cartão, ou vindos da empresa de aluguel de carro, ou de alguma empresa de “toll” (pedágio).

Como demora para eles processarem os pedágios, o preço dos pedágios por onde você passou só vai aparecer depois de um ou mais meses no seu cartão.

Se você está indo para San Francisco, temos uma dica de viagem especial sobre pedágio na ponte Golden Gate aqui.

Dica 20 – Áreas para carros alugados em aeroportos são separadas

Antigamente, as áreas de aluguel de carros eram integradas nos aeroportos.

Hoje em dia, as áreas de retirada e entrega de carros alugados geralmente ficam em um prédio de estacionamentos separado do aeroporto.

No caso de Orlando por exemplo, depois de pousar, nós precisamos pegar um trenzinho do aeroporto até a área de carros alugados, e vice-versa.

Ao entregarmos o carro, precisamos pegar o trenzinho para ir até o aeroporto.

Não demora muito, mas ao mesmo tempo adiciona uns 15-20 minutos então programe-se para não se atrasar e ter que sair correndo.

Dicas de Viagem – Acessórios

Dica 21 – Leve seu cabo USB e um adaptador para carregar seu celular no carro

Aqui vai uma das dicas de viagem para você que vai usar o celular como navegador no carro alugado. Hoje em dia é fácil de achar um adaptador com duas saídas USB para carregar dois celulares ao mesmo tempo. Se você vai usar seu celular como navegador, é essencial estar constantemente carregando.

Dicas de Viagem aos Estados Unidos

Dica 22 – Se você emparelhar seu celular com o som do carro, por motivos de segurança escolha não autorizar a sincronização de contatos e outros dados

Às vezes a gente só quer ouvir música, ou ouvir o som das instruções do navegador do celular, no sistema de som do carro alugado.

Se você não pretende fazer ligações telefônicas diretamente do som do carro alugado, ao emparelhar seu celular, escolha a opção para não compartilhar seus contatos e outros dados com o sistema do carro.

Dica 23 – Se você emparelhar seu celular com o som do carro alugado, não esqueça de apagar o registro do seu celular antes de devolver o carro

É comum pegarmos carros alugados, e ao verificar o sistema de bluetooth vemos uma lista com dezenas de celulares de pessoas que emparelharam e esqueceram de apagar o registro antes de devolver.

Em situações normais, isso não tem problema, mas é sempre bom ficar atento(a).

Vôos, Aviões, e Aeroportos

Dicas de Viagem aos Estados Unidos - 1

Dicas de Viagem – Reservando seu Vôo

Dica 24 – Vôos diretos ou com escala?

Depende da sua preferência, porém se a cidade que você chegar nos Estados Unidos for uma escala para o seu destino final, dê pelo menos 3 ou 4 horas de intervalo entre os vôos, porque você vai precisar passar na imigração ao chegar, e é possível que demore uma hora ou mais, dependendo do horário e do aeroporto.

Com 3 ou 4 horas, você tem um pouco de tranquilidade de que não vai precisar sair correndo pelo aeroporto em busca do portão de embarque para o próximo vôo.

Dica 25 – Vai fazer escala? Verifique o avião de conexão

Muitas empresas grandes fazem parcerias com empresas menores para as escalas regionais.

Assim sendo, você pode, por exemplo, fazer escala em um avião jato Embraer, Bombardier, ou outros que são menores do que o Boeing 737 e o Airbus 319 ou 320.

O problema de fazer escala com esses aviões menores é que eles não tem espaço para as malas pequenas de mão que geralmente as pessoas levam à bordo.

Alguns desses aviões menores tem compartimento de bagagem de mão em apenas um dos lados! Aquelas malas que conhecemos como tamanho “pequeno” não cabem no compartimento de bagagem de alguns desses aviões, e assim sendo você é obrigado a despachar até a sua mala de mão.

Hoje em dia existe uma mala tamanho “mini”, que tem metade da altura da mala que conhecemos como tamanho “pequeno”, veja abaixo.

Dicas de Viagem aos Estados Unidos

Essa mala geralmente pode ser levada à bordo, mas a dica aqui é: verifique a marca e modelo dos aviões que você usará, para planejar as malas de mão que você vai levar e não ter surpresas como por exemplo ter que despachar sua mala de mão.

Dica 26 – Aonde ficar no avião: na frente, no meio ou atrás?

Lugares do meio do avião para a frente tendem a ser mais silenciosos de acordo com um piloto da JetBlue.

Esses lugares também são melhores para pessoas que sofrem de enjôo.

Uma coisa boa sobre os lugares no fundo do avião, é que existe a chance de que estejam mais vazios, especialmente as poltronas do meio.

Dica 27 – Corredor meio ou janela?

Na nossa opinião, o melhor lugar para se ficar, é no corredor; e em aviões maiores, no corredor na coluna do meio.

A vantagem é que você pode sair de sua poltrona a qualquer momento sem precisar acordar ninguém, ou pedir para levantarem.

Se você gosta de esticar as pernas e ir ao banheiro várias vezes, em vôos mais longos, poltronas no corredor permitem que você faça isso com mais facilidade.

Dicas de Viagem – No Aeroporto

Dica 28 – Check-In – Usando as máquinas self-service

Principalmente na volta ao Brasil e nos vôos internos nos Estados Unidos, é possível que você se depare com uma máquina self-service para você fazer o check-in.

Se a fila de check-in normal (no balcão com funcionários) estiver razoável, dê preferência para o check-in normal, aonde você pode interagir com um ser humano.

As máquinas de check-in self-service podem ser fontes de grande frustração, alguns problemas comuns:

  • não encontrarem a sua reserva
  • não lerem corretamente o seu passaporte
  • requererem a intervenção de algum funcionário da empresa para continuar o processo, e os funcionários estarem longe ou não darem bola quando você chama eles para ajudarem
  • não imprimirem corretamente as etiquetas de malas e cartões de embarque
  • oferecerem upgrades pagos com botões grandes, que fazem você apertá-los sem querer e adicionar os upgrades pagos no seu vôo

A recomendação é, ao usar essas máquinas, leia bem as telas e tenha cuidado ao apertar os botões para seguir em frente, e fique de olho em algum funcionário da empresa que estiver por perto pois existe grande chance de você precisar chamá-los para completar o seu check-in.

Essas máquinas imprimem uma etiqueta de bagagem que precisa ser colocada da maneira certa na sua mala, então se você tem dúvidas, deixe para os funcionários da empresa colocarem a etiqueta quando eles estiverem pegando a sua mala para pesar e despachar.

Dica 29 – Verifique seu assento no cartão de embarque

Não é raro as empresas mudarem seu assento na hora do check-in, então se você faz questão daquela poltrona que escolheu na sua reserva, verifique que ela continua a mesma no seu cartão de embarque.

Dica 30 – Baixe o app da empresa aérea no seu celular

Os apps das empresas aéreas são úteis para todos os tipos de informações com relação ao seu vôo, e também para te alertar em caso de mudanças.

Outra função interessante que usamos nos apps de companhias aéreas, é o rastreamento de bagagem.

Você pode ver aonde está a sua bagagem, e o app indica se ela foi despachada, se já está dentro do avião, e se já tiraram do avião quando você chegar.

Dica 31 – Fique atento para mudanças de portão

É comum o portão de embarque mudar após você pegar seu cartão de embarque, então fique com os ouvidos e olhos atentos.

Ouça nas chamadas do aeroporto se não estão anunciando mudanças no seu vôo, e veja também nas telas que indicam os vôos, se o seu portão de embarque não mudou.

Baixe o app da empresa aérea, e configure para receber alertas, essa é uma boa maneira de conferir todos os detalhes do seu vôo, inclusive mudanças de portão e de horário, se o vôo atrasar.

Dica 32 – Passando pela Segurança

A empresa de segurança de transporte dos Estados Unidos, TSA, é bem restrita com relação à objetos que podem ser levados dentro do avião.

Verifique nessa página (em inglês) mais informações sobre o processo de passar pelos pontos de segurança dos aeroportos, incluindo que objetos você pode ou não levar nas malas de mão e malas despachadas.

É normal as pessoas precisarem passar por um detector de metais, ou outro que analisa a imagem da pessoa (nesse temos que ficar com as mãos para cima).

É provável que você tenha que tirar os sapatos, cintos, e qualquer objeto que esteja nos bolsos, para a revista, então esteja preparado para isso.

Em alguns casos, é possível que os funcionários da TSA executem o que chamam de “pat-down” ou seja, apalpamento.

No mais, o processo consiste em colocar suas malas de mão e bolsas em umas cestas de plástico para que passem pelo raio-x.

Como esse processo é meio confuso, com um monte de gente em fila tirando sapatos e colocando bolsas e malas para passar no raio-x, se você tiver um monte de coisas no bolso, pode acabar esquecendo alguma coisa nas cestas de plástico.

Uma coisa que tenho feito para evitar isso é, colocar todos os objetos que geralmente levo no bolso em um saco ziploc ou em uma mochila, e só tirá-los depois de passar pela segurança.

Assim não tenho que ficar esvaziando os bolsos correndo e jogando tudo de qualquer jeito nas cestas de plástico, o que abre também a chance para que alguém pegue suas coisas por engano.

Para mulheres, basta colocar tudo dentro da bolsa, porém computadores e tablets tem que ser tirados e colocados em cestas separadas.

Dica 33 – Pergunte sobre upgrades gratuitos

Se você usa o programa de milhagens de alguma empresa aérea, verifique no balcão se algum upgrade ou lista de upgrade gratuito está disponível.

Quem sabe você não consegue ir na business class ou primeira classe? Não custa perguntar.

Dica 34 – Na hora do embarque

Na hora do embarque, posicione-se mais ou menos perto da entrada que tem o número do seu grupo de embarque, para ter mais chance de entrar primeiro e garantir espaço para sua bagagem de mão no compartimento acima do seu assento.

Os vôos recentemente têm estado muito lotados, e muita gente leva mais malas do que é permitido. Porém, conseguem passar pelos funcionários da companhia aérea, e entrar no avião com essas malas, sem nenhum problema.

Assim, o espaço para bagagens na cabine do avião acaba logo, e é comum pessoas que não tem nada a ver com seu assento, colocarem as bagagens deles em cima da sua poltrona porque eles mesmo não encontraram espaço, então quanto antes você entrar melhor.

Aqui nos Estados Unidos não existe fila preferencial para idosos ou pessoas com bebês e crianças durante o embarque, eles não fazem essa distinção e não deixam entrar antes de todos.

Uma exceção que vemos é pessoas em cadeira de rodas, que acabam entrando primeiro.

Dicas de Viagem – No Avião

Dica 35 – Leve seu fone de ouvido

Em muitos vôos são distribuídos fones de ouvido, mas a qualidade é péssima.

Para assistir filmes e ouvir música, leve o seu próprio fone de ouvido.

É muito comum também vermos pessoas com fones de ouvido com redução de ruído, da marca BOSE.

Dica 36 – Leve cabos USB

Essas e uma das dicas de viagem para aqueles que usam bastante o celular e outros aparelhos eletrônicos. A maioria dos aviões possui conector USB para você carregar seu celular ou outro aparelho eletrônico, então se você usa bastante o celular ou tablet no vôo, lembre-se de ter à mão um cabo USB para carregá-los.

Dica 37 – Evite colocar coisas no bolso à frente da sua poltrona

O bolso na frente da sua poltrona do avião é reconhecidamente um local não muito higiênico, então evite colocar lá itens como fones de ouvido (que vão na sua orelha), comidas não embaladas, celulares, tablets, etc.

Se possível, use regularmente aqueles desinfetantes de mão após entrar em contato com as partes do avião como apoios de braço, controles de jogos, mesa retrátil, etc.

Dica 38 – Aviões sem telas digitais

Recentemente, as companhias aéreas tem encomendado aviões sem as telas que ficam na frente da poltrona.

O motivo que eles dizem é que, quase todo mundo já tem seus aparelhos eletrônicos, celulares ou tablets, então as telas são desnecessárias.

É comum essas empresas oferecerem o serviço de filmes e entretenimento através de um site que você acessa diretamente no seu aparelho, quando se conecta com o Wi-Fi do avião.

Dica 39 – Assentos sem poltronas na frente não permitem bolsas e malas no pé durante decolagem e pouso

Se você ficar em um assento que não tem poltronas na frente, aqueles assentos perto dos banheiros ou da divisão com a classe executiva, ou em um assento ao lado de saídas de emergência, saiba que não vão deixar você guardar malas e bolsas no chão durante a decolagem e pouso.

Eles são melhores para as pernas, e não tem ninguém reclinando o banco na sua cara, mas uma pequena desvantagem é que, quem ocupa esses lugares é obrigado a colocar malas e bolsas no compartimento de bagagem em cima do assento durante a decolagem e o pouso.

Isso pode ou não fazer diferença para você, mas é diferente de quando tem poltronas na sua frente, e você pode colocar bolsas embaixo da poltrona da frente.

Por isso, se você estiver levando uma bolsa, mochila, ou malinha e não quer colocar no compartimento acima da cabeça, escolha um assento que tem poltronas na frente.

Dica 40 – Em vôos noturnos, tranque sua mala de mão com cadeado

Todo cuidado é pouco, principalmente durante vôos noturnos e longos. Se for colocar uma mala no compartimento de bagagem durante a noite quando estiver dormindo, é bom fechar com cadeado.

Dica 41 – Melhor hora para ir ao banheiro no avião

Notamos um padrão consistente: depois do café da manhã, depois do almoço, e depois da janta, e perto do horário de pouso, são as horas aonde se formam as maiores filas no banheiro do avião.

Assim sendo, se quer evitar filas, use o banheiro do avião logo após as refeições serem servidas (e todo mundo ainda não acabou de comer) ou durante a noite quando estão todos dormindo.

Em vôos muito longos, após umas 4-5 horas os banheiros começam a ficar numa situação complicada. Acaba papel, lenços, o lixo transborda… então mais ou menos no meio do vôo, os atendentes de bordo costumam dar uma geral e colocar um perfume, para a coisa ficar sustentável até o fim da viagem.

Se você não suporta a idéia de ir em banheiro no avião porém precisa ir pelo menos uma vez, procure ir nas primeiras 4 horas de vôo, para ter mais chance de pegá-lo ainda em uma condição razoável.

Dica 42 – Chicken ou pasta? Leve sua comida

Lembro-me com muitas saudades de como era voar nos anos 80. Eles ofereciam umas malinhas de plástico com talheres e copos de verdade, e a variedade de comida era maior e a qualidade melhor.

Hoje em dia, é quase unanimidade na classe econômica que você só vai ter duas opções (quando tiver!): Chicken (frango) ou Pasta (macarrão).

Na nossa experiência, nenhum dos dois vale a pena então sempre comemos alguma coisa no aeroporto antes de entrar no avião, e levamos alguma bolacha, pretzel, ou barra de cereal para comer durante o vôo.

Tudo depende do seu gosto, mas a qualidade das comidas em avião hoje em dia é reconhecidamente bem baixa.

Chegando nos EUA

Dica 43 – Passando pela imigração

Se você vêm com visto de turista, vai precisar entrar na fila específica de turistas, separada da fila de cidadãos, e residentes.

Pergunte aos funcionários na área, qual a fila certa para você e sua família entrarem.

Hoje em dia existem máquinas que iniciam o processo de imigração, lêem seu passaporte, e imprimem um papelzinho para você levar ao funcionário da imigração.

Tenha sempre em mãos seu passaporte, cartão de embarque, endereço do local aonde vai ficar nos Estados Unidos, e data de volta. Esses dados regularmente são perguntados durante o processo.

A imigração pode demorar uma hora ou mais durante o dia, e é mais tranquila de madrugada, então vôos que chegam até as seis da manhã provavelmente vão enfrentar filas menores.

Dicas de Viagem aos Estados Unidos - 3

Dicas de Viagem

Esperamos que essas dicas de viagem ajudem você à economizar, planejar e aproveitar ao máximo a sua viagem aos Estados Unidos!

Quanto custa a diária de hotel nos Estados Unidos?

Clique aqui para ver o preço de hotéis nos Estados Unidos!

Nós sempre reservamos nossas viagens pela internet. Ao longo dos anos, usamos vários sites de reservas, mas chegamos ao Booking.com que consideramos o mais fácil de usar, com informações e instruções mais claras. Confira você mesmo e veja o que você acha.

Planeje Sua Viagem

Pretende alugar um carro?

Compare aqui os preços de várias locadoras de carros na RentalCars

Quanto custa a diária de hotel?

Confira o preço de hotéis no Booking

Que tal já garantir seus ingressos?

Veja aqui o preço de ingressos para parques e atracões no GetYourGuide

Precisa de seguro viagem?

Compare aqui os preços de planos no SegurosPromo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

três × 4 =